Viajar sozinho

Não apenas quando é temporada de verão, mas até mesmo em férias de inverno, a tendência de muitas pessoas é planejar as viagens na companhia de familiares ou de amigos. Essa prática ocorre não só no que diz respeito a viagens de férias e lazer, mas também quando é uma viagem a negócios.

O que muitas pessoas não imaginam é que viajar sozinho tem as suas vantagens. Além disso, uma jornada solitária não deixa de ser uma experiência interessante, pois ela pode servir (e quase sempre serve) para você conhecer a si mesmo e também para conhecer outras pessoas.

Viagem sozinho – Novas amizades

 

ian-schneider

Viajar com a família, com amigos e, inclusive, até viagens de trabalho implicam em planejamento. É necessário pensar previamente nos possíveis gastos, nos locais de hospedagem, no transporte, aprender o idioma local (caso seja para outro país mais distante) e em mais uma série de questões.

Uma viagem solitária também requer planejamento, embora as despesas sejam em menor quantidade. Outro ponto a ser levado em consideração é que viajar sozinho é uma experiência enriquecedora, que fará a pessoa sair da sua zona de conforto e enfrentar novas responsabilidades.

Entre as vantagens de viajar sozinho está a concepção de que você pode ditar o seu tempo e o seu ritmo. Em uma viagem solitária, você está livre também para fazer o roteiro de visitas que mais lhe atrai.

Além disso, outra questão pertinente acerca de uma viagem a sós é que você terá a sua capacidade de absorção e imersão em outras culturas bem mais ampliada. Ou seja, sozinho você terá mais tempo e oportunidade para refletir sobre o que viu e conheceu, bem como para conhecer um pouco mais acerca do cotidiano do local visitado.

Viajar só não significa estar não acompanhado

 

caleb-george

Há pessoas que viajam solitárias justamente para passar a maior parte do tempo (ou o tempo inteiro) sozinhas. Isso é uma característica pessoal que cabe ao propósito de cada viajante decidir. Ou seja, a solidão, nesse caso, não é um empecilho, mas sim uma opção.

No entanto, é possível sim viajar sozinho e, ainda assim, cativar novas amizades e fazer novos contatos. A busca por interação com as pessoas locais vai de cada um. Em uma jornada empreendida de forma solitária é possível socializar com a cultura local e, inclusive, com outros viajantes que também julia-caesaroptam por viajar desacompanhados. Sendo assim, mesmo em uma viagem solitária, a troca de vivências é um fator dominante.

Após uma viagem solitária ou, pelo menos, parcialmente solitária, a forma como a pessoa passa a encarar as responsabilidades da vida cotidiana é completamente transformada.

A experiência de estar boa parte do tempo sozinho, longe dos amigos e familiares, e inserido em outra cultura, de costumes distintos do convívio diário, proporciona para o viajante uma forma diferenciada de encarar a vida. Estar só em uma viagem possibilita momentos de reflexão bem particulares, tornando toda a experiência uma espécie de jornada voltada para o conhecimento interno de cada um.

Portanto, não fique com receio de fazer as malas e partir para uma jornada solitária. Aliás, mesmo sozinho, você estará acompanhado por quem mais lhe entende: os seus pensamentos.

Qual sua opinião sobre o texto?  Já viajou sozinho?  Tem vontade, medo?  Conte para a gente nos comentários ou envie sua mensagem através da nossa página de contato.

Até a próxima 😉

Pictures by:

  • Main pic: Anubhav Saxena
  • First: Ian Schneider
  • Second: Caleb George
  • Third: Julia Caesar
Estevão Teixeira

Estevão Teixeira

Fundador em SocializeTrips
Mestre em ciências e doutorando em Física. Fiz intercâmbio para os EUA 2013, gosto de viajar e compartilhar boas ideias. Idealizador do Socialize Trips.
Estevão Teixeira

Últimos posts por Estevão Teixeira (exibir todos)

Comentários (2)

  1. Drikinha

    É enriquecedor viajar sozinho como você bem colocou. Uma das coisas que mais praticamos é o autoconhecimento. Você aproveita para explorar a si mesmo e o mundo lá fora.
    Parabéns! Muito bom!
    http://mochileiradrikinha.blogspot.com.br/

    Responder
  2. Pingback: É tão dificil aceitar que a viagem acabou – Socialize Trips

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *